Obra está disponível para download gratuito

Livro aborda a Produção Integrada de Citros no Rio Grande do Sul

Citricultores que seguem dicas técnicas específicas para a produção integrada estão aptados para certificação


Quadro Publicações da Semana, nesta edição do programa Terra Sul, apresenta o livro Produção Integrada de Citros no Rio Grande do Sul.

O quadro Publicações da Semana, nesta edição do programa Terra Sul, apresenta o livro Produção Integrada de Citros no Rio Grande do Sul que traz informações sobre este sistema de produção, que busca reduzir o uso de agrotóxicos e minimizar o impacto da produção sobre o meio ambiente. O livro aborda conceitos, normas e documentos a serem seguidos pelos agricultores que desejam se enquadrar neste programa.  

Escrito pelos engenheiro agrônomos e pesquisadores da Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS) Roberto Pedroso de Oliveira, Maria Laura Turino Mattos, Rufino Fernando Flores Cantillano, Walkyria Bueno Scivittaro, juntamente com o  extensionista da Emater/RS e SEAPA-RS, Paulo Lipp João, o livro disserta sobre a citricultura, que é uma das principais atividades agrícolas do Rio Grande do Sul. A atividade envolve cerca de 20 mil produtores rurais, que cultivam citros em aproximadamente 40 mil hectares. A Embrapa Clima Temperado têm estudado os sistemas de produção integrada e convencional de forma participativa com os produtores.  O livro reúne informações como os pré-requisitos para o enquadramento dos produtores no sistema de produção integrada de citros, que consiste em um avanço tecnológico significativo em relação ao sistema convencional.

A obra oferece um instrumento de orientação, chamado Caderno de Campo, que traz a forma correta de registrar as informações de manejo da cultura, desenvolvida na parcela da unidade de produção. Neste caderno são registrados dados do produtor ou empresa agrícola, do responsável técnico, parcela de cultivo, clima da localidade, cultivares utilizadas, adubação, irrigação, monitoramento de insetos-praga e de patógenos causadores de doenças, produtos químicos usados, máquinas, implementos e veículos, tratos culturais, fitorreguladores e práticas de colheita.

Além do Caderno de Campo, o livro também dispõe de um Caderno Pós-Colheita, que registra as informações relativas às atividades de pós-colheita, segundo as normas técnicas específicas para a produção integrada. Neste caderno é possível registrar as atividades de limpeza, lavagem, tratamentos químicos e desverdecimento dos frutos, higienização das câmaras, monitoramento das condições ambientais do ambiente de conservação dos frutos, classificação das frutas e controle do armazenamento e da expedição da mercadoria.  

Segundo a obra, os citricultores que seguem as normas técnicas específicas para a produção integrada e as registram, no Caderno de Campo, estão aptos a serem auditados nas propriedades rurais por certificadores acreditados pelo Inmetro para receberem o certificado de conformidade, que confere direito ao uso de selo de qualidade com as chancelas oficiais do MAPA e do Inmetro. Isto garante certificação e rastreabilidade à produção.

O livro traz ainda informações sobre outro documento importante da produção integrada de citros, a Grade de Agroquímicos, que contempla os produtos fitossanitários permitidos para o uso nos pomares.

Produção de Citros no Rio Grande do Sul - No Rio Grande do Sul, o primeiro curso realizado sobre a Produção Integrada de Citros ocorreu nos dias 13 e 14 de maio de 2018, na cidade de Montenegro. O evento reuniu mais de 60 representantes de cooperativas, associações de produtores familiares, grandes produtores e investidores internacionais, além de representantes do MAPA, Embrapa Clima Temperado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e Emater/RS. O curso teve o objetivo de conscientizar e treinar os citricultores do Estado quanto a sua importância e a adoção das tecnologias desse sistema de produção.

Em 2013, o projeto Validação e Implantação das Normas de Produção Integrada de Citros no Rio Grande do Sul, coordenado pelo pesquisador Roberto Pedroso de Oliveira, da Embrapa Clima Temperado, foi aprovado pelo MAPA. Em 2014, o projeto passou por uma renovação.

No ano seguinte, no dia 16 de abril de 2014, foi criado o Comitê Técnico da Produção Integrada de Citros do Rio Grande do Sul, construído por representantes da Secretaria da Agricultura e Pecuária (SEAPA-RS), MAPA, Embrapa Clima Temperado, Central de Abastecimento do Rio Grande do Sul (APROCITRUS).

Como resultado destas ações, mais de cem citricultores foram treinados quanto aos princípios e tecnologias sobre a produção integrada de citros, trazendo avanços no sistema de cultivo notadamente em propriedades modelos.

Acesso virtual - O livro Produção Integrada de Citros no Rio Grande do Sul pode ser encontrado para download gratuito https://bit.ly/2Knsu5X, juntamente com um acervo de outras publicações. Para ter acesso a lista completa de publicações, basta acessar também o site: https://www.embrapa.br/clima-temperado/publicacoes

Comentários

VEJA TAMBÉM...